Seu browser não suporta JavaScript!

PortalPortal Padrão Barra de Identidade Visual do Governo Federal na Internet - APLICAÇÃO do Governo Brasileiro
Página Principal Notícias » asdCampus Paranavaí Participa do 7° Se²pin: Ciência, Mulher e Igualdade

Campus Paranavaí Participa do 7° Se²pin: Ciência, Mulher e Igualdade

quinta-feira, 8 de novembro de 2018 - 7:58 AM

O campus de Paranavaí participou entre os dias 16 e 19 de outubro do 7° SE²PIN: Seminário de Extensão, Ensino, Pesquisa e Inovação, o qual tinha como tema Ciência, Mulher e Igualdade: liberdade sem fronteiras para a inovação. O SE²PIN é o maior evento do Instituto Federal do Paraná. Realizado anualmente, estudantes e servidores dos 25 campi e da reitoria se reúnem num grande festival de debate científico, qualificação das pesquisas da nossa instituição, confraternização entre os campi e muita celebração da cultura, da arte e da inclusão social. Sem dúvidas, o SE²PIN é uma grande demonstração de que educação de qualidade pode transformar vidas e gerar desenvolvimento econômico e social.

Os Institutos Federais são um radical projeto de oferta de educação de qualidade para todos os níveis educacionais e todas as classes sociais. Criados em 2008, os IFs se obrigam a ofertar ao menos 50% das vagas para alunos de ensino médio. Além disso, reserva-se também ao menos 50% das vagas a inclusão social. Os institutos contam também com cursos de graduação e pós-graduação e com atividades de ensino, pesquisa, extensão e inovação desenvolvidas em todos os níveis educacionais. Com campus espalhados pelo Brasil todo, estudantes oriundos de famílias pobres a partir da idade de 14 ou 15 já participam de projetos de pesquisa científica, extensão, ensino ou inovação.

Este ano, o SEPIN reuniu mais de setecentos alunos de todos os campi do IFPR. Todas as despesas foram custeadas pela instituição. Foram servidos café, almoço e jantar todos os dias. Nossos alunos ficaram hospedados em hotéis da cidade de Londrina, sede deste ano. O custo de mais de oitocentos mil reais e a mobilização de quase duzentos servidores entre organizadores e acompanhantes das delegações é um valor irrisório diante do potencial econômico e social produzido por este evento. Cada estudante apresentou um banner e parte deles foram escolhidos para grupos de apresentação oral. Além disso, houve apresentação de protótipos relacionados a projetos de inovação das mais diversas áreas do conhecimento, os quais têm potencial de depósito de patente, registro de software ou transferência de tecnologia para a sociedade. No intervalo entre palestras, apresentações e refeições, ficamos impressionados com a qualidade e diversidade das apresentações culturais. Salta os olhos a criatividade e o talento de nossos alunos. Declamações de poesia, shows circenses, teatro, danças e apresentações musicais devolvem a todos o direito de apreciar a arte, muitas vezes negado à população mais pobre deste país.

A delegação do campus Paranavaí foi composta por 37 estudantes de cursos técnicos integrados ao ensino médio, e das graduações em Química e Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de sistemas, os quais foram acompanhados por seis docentes. A parte final do evento foi reservada para a premiação de trabalhos destaque. O campus de Paranavaí foi premiado em três categorias. O estudante do 4° ano do curso Técnico em Agroindústria Marlon Memedio de Paula recebeu a premiação na categoria Ciências Biológicas – Ensino Médio, com o trabalho intitulado “Suco de laranja adicionado de L. casei: avaliação de diferentes métodos de adição da cultura probiótica”, o qual foi orientado pela Professora Tatiana Colombo Pimentel. O estudante Luis Paulo das Neves Ferrão, do 2° ano da Licenciatura em Química, foi laureado na categoria Ciências Agrárias – Ensino Superior com o trabalho “Avaliação da estabilidade do complexo a base de carotenóide e B-ciclodextrina frente aos parâmetros claro e escuro”, o qual foi orientado pela Professora Vanessa Marcolino. A terceira premiação do campus foi recebida pela estudante Kauany Barbosa Alves, também do 2° ano da licenciatura em química, na categoria Ciências da Saúde – Ensino Superior com a pesquisa intitulada “Efeito da fermentação na turbidez de mostos e cervejas adicionadas de fibras solúveis em diferentes etapas do processamento”, sob orientação da Professora Suellen Jensen Klososki.





Galeria de Imagens